Para onde caminha o guionismo em Portugal

Fui convidado para representar as Produções Fictícias num debate público sobre o futuro do guionismo em Portugal. Para quem esteja interessado no tema, deixo a notícia retirada do site dos ScriptMakers, empresa que organiza o encontro.

Para onde caminha o guionismo em Portugal. A Scriptmakers convida-o para estar presente num debate sobre Para onde caminha o guionismo em Portugal? no próximo dia 24 de Outubro. A entrada é livre e a iniciativa decorrerá entre as 18h e as 20h no Auditório 2, Piso 3, da Universidade Nova de Lisboa. Os convidados são António Barreira (guionista da Casa da Criação); João Matos (guionista da DotSpirit); João Nunes (guionista e associado das Produções Fictícias); Manuel Arouca (guionista); Paulo Filipe Monteiro (guionista e Professor de Guionismo na UNL – FCSH) e Rui Vilhena (guionista da Scriptmakers). Dentro da temática do futuro do guionismo nacional abordar-se-ão ainda os seguintes temas: Há uma nova linguagem teledramaturgica? Importação de adaptações vs. Criação de originais e Sexo na TV: Qual é o limite? A opinião dos guionistas.

João Nunes

João Nunes é um autor, guionista e storyteller apaixonado por contar estórias e ajudar outras pessoas e marcas a contar as estórias delas. Divide o seu tempo entre Portugal, Brasil e Angola, tendo já escrito mais de 3500 páginas de guiões produzidos de longas metragens, telefilmes, séries de televisão e curtas.

1 thought on “Para onde caminha o guionismo em Portugal”

  1. Boa tarde,

    Gostaria de saber qual seria o valor adequado para escrita do guião numa série de animação de 13 episodios de 8 minutos cada?
    Obrigada pela atenção

A sua opinião é importante. Deixe-a aqui:

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Shopping Cart
  • Your cart is empty.
Scroll to Top
%d bloggers like this: